Sinais

A experiência sensorial é determinante na relação de consumo. A ciência do marketing busca compreender de forma cada vez mais sofisticada a sensação de prazer que o indivíduo tem no consumo, nas escolhas que ele faz e que sustentam a sua história de vida.

Na cena do consumo está o momento de realização do prazer e do poder do indivíduo. Neste instante, a pessoa concretiza o seu desejo e, para tanto, tudo o que for circundante e favorecer a experiência será enriquecedor para a empresa que está colaborando com este instante.

Podemos desenhar esta ocasião de várias formas, chamados, aqui, de sinais, que sua empresa emite para o cliente. Há vários sinais, como por exemplo: embalagem, luiz, som, expressão das pessoas à volta, tratamento recebido ou acolhimento.

Se aprofundarmos um pouco mais, podemos esmiuçar cada elemento deste desenho em outros tantos esquemas que devem proporcionar uma experiência fantástica de consumo.

Mas vamos condensar numa frase: o poder do indivíduo no momento de compra precisa ser valorizado.

A sensibilidade das pessoas aos sinais emitidos é certamente maior do que sua empresa consegue dimensionar e, por esta razão, todos os sinais imaginados devem ser cuidadosamente trabalhados para que o efeito seja o de proporcionar os sentimentos de poder e de prazer juntos, no instante do consumo.

Assim, nunca é demais ter uma lista de verificações sobre seu ambiente para receber o seu cliente:

– Humor e gentileza dos seus colaboradores sempre em primeiro lugar
– Limpeza

– Conforto

– Água

– Banheiros adequados

– Climatização

– Iluminação

– Organização das informações

– Tranquilidade

 

É importante ter em mente que as pessoas percebem o mundo através dos seus sentidos. Assim, as sensações que o cliente tiver no momento do consumo são fundamentais para que o prazer e o poder sejam concretizados numa experiência memorável que perdure na lembrança.